Marcello Veríssimo

O Hospital Regional do Litoral Norte – Francine Maia França, ligado à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, informou nesta segunda-feira (11) que passou a realizar a Ablação de arritmias e o Estudo Eletrofisiológico, inéditos na região. De acordo com o HRLN, trata-se de uma técnica minimamente invasiva por meio da qual se tem acesso ao coração por cateteres, sem a necessidade de abertura do tórax. “A técnica é utilizada para eliminar áreas doentes do miocárdio (focos de arritmia e circuitos) responsáveis pela alteração do ritmo cardíaco (arritmias), possibilitando a cura com rápida recuperação”, informou o hospital.

A primeira Ablação no HRLN aconteceu no início deste mês em um paciente de 62 anos, morador da região. O procedimento foi realizado com sucesso por uma equipe multidisciplinar altamente capacitada, conduzida pelo cardiologista Marcos de Souza Garcia. O paciente passa bem e já teve alta.

O HRLN informou que o procedimento é precedido pelo Estudo Eletrofisiológico, um exame específico para identificação das arritmias. Segundo o médico cardiologista Marcos Garcia, ‘‘a ablação é uma técnica muito valiosa, pois além de reduzir as internações nas unidades de pronto atendimento, evita maiores transtornos aos pacientes e promove maior qualidade de vida’’.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *