Marcello Veríssimo

Com toda licença poética concedida pelo autor de novelas Manoel Carlos, a praia de Maresias, na costa sul de São Sebastião, não deve nada ao Leblon, bairro badalado no Rio de Janeiro, que serve de cenário para as novelas de Maneco.

Assim como as praias do Leblon e Copacabana, Maresias também lança moda, reúne público diverso, além de ser ponto habitual de celebridades e subcelebridades da atualidade.

A praia possui 5 km de extensão por uma longa faixa de areia, que nesta época do ano confirma a tese de que a areia é uma passarela democrática. Para chegar, basta ir de carro, moto ou ônibus. Maresias fica a 183 km de São Paulo, em média 3h30 de viagem.

Ao longo dos anos, a praia de Maresias durante a alta estação do calor recebe a todos, lança moda e é um dos locais preferidos dos jovens.

Nos anos 80 e 90, Maresias reunia o seu burburinho noturno no Bar do Meio e no Shaolim, as principais atrações da época. Tanto é que uma rápida busca na internet não é difícil encontrar saudosos e páginas com nostalgia daquela época.
“Maresias era o bicho naquela época, quem viveu vai concordar”, escreveu o internauta Deco, sobre um vídeo que destaca como era o agito noturno nos bares.

Atualmente, o agito noturno continua nos arredores da boate Sirena, mas a balada também acontece durante o dia com o advento do conceito dos beach clubs, são pelo menos meia dúzia deles pela extensão da praia, e é na areia da praia que tudo acontece com os quiosques, vendedores ambulantes e restaurantes trabalhando duro para atender bem o público. “Eu amo Maresias, venho sempre, principalmente no verão, é prático, rápido, é perto de São Paulo”, disse a design de interiores, Monica Cintra, 44.

Areia Quente

A reportagem do JDL percorreu a faixa de areia na praia de Maresias, hoje reconhecida como a casa do campeão mundial de surfe, Gabriel Medina, neste sábado (2). Areia fofa, daquelas que fazem barulho, e o mar dispensa comentários.

A universitária Priscila Mota, 22, contou que sempre ouviu falar da “praia mais badalada” do litoral Norte de São Paulo, mas quando veio a primeira vez gostou tanto e sempre volta quando pode. “Eu amo praia e Maresias é uma praia exuberante, ao mesmo tempo urbana e selvagem”, elogia a jovem.

A arquiteta paulistana Nancy Carbone, 66, escolheu Maresias para morar de forma natural na década de 90. Ela conta que sempre gostou de praia e vinha acompanhar o irmão surfista em suas visitas para pegar onda nos fins de semana. “Os surfistas vem pela praia, pelas ondas e continuam vindo, não vem para a balada, vem para a praia”, conta Carbone.

Comer & beber

O tempo passou, muita coisa mudou e Maresias, muito graças ao título de praia mais badalada do Litoral Norte Paulista, além do brilho a mais que conquistou por ser a casa do tricampeão mundial de surfe Gabriel Medina, reúne boas opções para comer e beber.

A dica da reportagem é o Restaurante Terral, que funciona em Maresias desde 1987, em frente a avenida Francisco Loup, número 542, um dos restaurantes mais clássicos da praia.

Para saber mais sobre o Terral, basta seguir o perfil no Instagram @terral.Maresias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *