Marcello Veríssimo

A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) divulgou na última quinta-feira (21) o ranking das praias que permaneceram por mais tempo poluídas durante este ano. O ranking é elaborado com base nos boletins divulgados semanalmente com a balneabilidade das praias.

De acordo com a Cetesb, a praia do Itaguá (foto), na região central de Ubatuba, é a mais poluída da região em 2023, permanecendo com bandeira vermelha durante 48 semanas durante todo o ano.

O rol anual das poluídas em 2023 tem em segundo lugar a praia de Itaquanduba, em Ilhabela, que ficou imprópria para o banho de mar durante 29 semanas.

A terceira praia mais poluída também fica em Ubatuba. A Perequê-Mirim esteve poluída em 26 semanas. De acordo com a Cetesb, a quarta colocação é da Prainha, em Caraguatatuba, que permaneceu com bandeira vermelha em 24 semanas.

No quinto lugar do ranking estão as praias da Tabatinga, em Caraguatatuba, no trecho perto do rio e a São Francisco, em São Sebastião, que estiveram impróprias por 19 semanas este ano.

Retrospectiva

A Cetesb informou que as praias classificadas como impróprias têm esgoto nas amostras durante as análises da Cetesb.

No ano passado, a praia mais poluída da região foi São Francisco, em São Sebastião, que recebeu bandeira vermelha em 36 das 52 semanas do ano.
Em 2021, o título de praia mais poluída do Litoral Norte ficou com a Praia do Itaguá, em Ubatuba.

Confira o ranking das praias mais poluídas em 2023:

Ubatuba

1º- Itaguá- 48 semanas imprópria
2º- Perequê-Mirim- 26 semanas imprópria
3º- Lázaro- 17
4º- Picinguaba- 15
5º- Itamambuca(rio)- 15

Caraguatatuba

1º- Prainha – 24 semanas imprópria
2º- Tabatinga (rio)- 15 semanas
3º- Centro- 17
4º- Indaiá- 12
5º- Cocanha- 5

São Sebastião

1º- São Francisco – 19 semanas impróprias
2º- Preta do Norte- 16 semanas
3º- Prainha- 15 semanas
4º- Pontal da Cruz- 12
5º- Porto Grande- 9

Ilhabela

1º- Itaquanduba(Foto)- 29 semanas
2º- Armação- 15 semanas
3º- Itaquaçu- 13 semanas
4º- Perequê- 9 semanas
5º- Feiticeira e Julião- 7 semanas

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *