Marcello Veríssimo

A Polícia Ambiental, em Ubatuba, conseguiu apreender a embarcação e multar dois pescadores que estavam de forma ilegal pescando nos arredores da Ilha dos Porcos, área que está inserida no setor Cunhambebe, da Apa Marinha Litoral Norte. O flagrante é da 5ª Companhia de Polícia Militar Ambiental Marítima do 3° BPAmb (Batalhão de Polícia Ambiental) e foi registrado durante patrulhamento pela Operação Impacto, Piracema e Verão.

De acordo com a polícia, os homens estavam a bordo de um barco de fibra, nas cores azul e preta, sem qualquer tipo de identificação.

Ao notar a chegada da polícia, eles abandonaram a rede e fugiram sentido praia da Almada. A patrulha da polícia os seguiu por cerca de 10 minutos, até realizar a abordagem próximo da costeira na praia do Engenho.

Durante a vistoria no barco, escondidos sob duas placas foram localização diversos exemplares de Raia-Viola, ovas e filhotes do exemplar, totalizando 60 quilos de pescado. A raia está na lista de animais em extinção.

Os pescadores disseram que estavam pescando com uma rede de emalhe de fundo sem identificação, com malha de 200 mm. Ela fica submersa sem qualquer tipo de marcação de ponto. A dupla se negou a levar os policiais até o local exato em que a rede estava.

Os pescadores foram multados em R$ 18 mil, por pescar espécies que devam ser preservadas, por exercer a pesca sem portar a respectiva carteira de pescar, entre outros agravantes como dificultar a ação do poder público no exercício de atividade de fiscalização ambiental.

Os peixes foram doados para a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais)de Ubatuba. A embarcação ficou apreendida pelo pátio da Polícia Militar Ambiental.

Denúncias para a Polícia Ambiental podem ser feitas pelo telefone (12) 3842-0123

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *