Marcello Veríssimo

Terminou nesta terça-feira (2) o quarto dia de buscas pelo DJ e escritor Carlos Alberto Mota Candreva, 32, que pulou do MSC Preziosa no dia 30 de dezembro, quando o navio estava a caminho do Rio de Janeiro para o Réveillon.

A Marinha do Brasil coordena a operação de buscas. De acordo com a Marinha, Carlos Alberto Mota Candreva, caiu a aproximadamente 40 quilômetros de distância para a Ilha de Alcatrazes, que fica em São Sebastião.
Especulações dão conta que ele pulou propositalmente após a discussão com sua companheira o equivalente a 15 andares. Ciúme pode ter motivado a atitude de Carlos.

As buscas vão ser retomadas na manhã desta quarta-feira (3).

De acordo com a Marinha, a operação tem sido realizada considerando “padrões técnicos e históricos, as ações de ventos, marés e correntes de deriva da região”.

A Marinha informou que também estão sendo emitidos Avisos-Rádio Náuticos, para alertar e solicitar a todas as embarcações que navegam próximo a área do acidente.

A Marinha também pede que a população faça denúncias caso saibam de alguma pista sobre o paradeiro de Carlos pelo telefone 185.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *