Marcello Veríssimo

A Polícia Militar, em Caraguatatuba, foi acionada pelo Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) sobre um quarteto de cavaleiros armados que estariam aterrorizando o bairro Ipiranga, pouco depois das 23h30 do último domingo (14).

De acordo com a polícia, os cavaleiros foram surpreendidos na Avenida da Praia, próximo do Camaroeiro, na região central do município.

Ao perceber a chegada da polícia, um dos homens, 22, saiu em disparada deixando os outros três homens para trás, mas nada de ilícito que pudesse desabonar a conduta dos três foi localizado pelos militares.

O quarto homem foi cercado na altura da avenida Jundiá. Quando percebeu que estava encurralado, segundo a polícia, o homem avançou com o cavalo em cima dos policiais que acabaram atirando no animal, que morreu na hora.

O cavaleiro, que não teve sua identidade divulgada, caiu no chão, tentou fugir, mas acabou detido.

De acordo com a polícia, ao ser revistado, nada de ilícito foi encontrado com o jovem.
O tiro atingiu o coração do animal. O cavalo foi recolhido por uma equipe do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Caraguatatuba.

O caso segue sob investigação. De acordo com a polícia, os militares atiraram com a finalidade de repelir uma agressão com base nos artigos 23 e 25 do Código Penal.

O 20BPMI (Batalhão da Polícia Militar do Interior), responsável pelo policiamento preventivo e ostensivo nas cidades do litoral norte, ainda não se pronunciou sobre a ocorrência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *