A Prefeitura de Ubatuba anunciou a contratação de uma empresa especializada para desenvolver um planejamento de macrodrenagem no município, que deve ser finalizado até 12 meses.

Macrodrenagem é uma solução de engenharia que retira o excesso de água do solo, acumulada em áreas relativamente grandes. A técnica previne enchentes e, consequentemente, pode reduzir os danos a imóveis causados pelas inundações, diminuir as doenças causadas pelo acúmulo de água, melhorar a qualidade das águas pluviais, dentre outros benefícios.

Os estudos e levantamentos vão incluir áreas urbanas críticas com histórico de inundações, como o Perequê-Açú, Taquaral, Sumidouro, Praia Grande, Sesmarias, Lagoinha, Maranduba, Sertão do Araribá, Sertão da Quina e Itaguá.

“A proposta está enquadrada no Plano Municipal Integrado de Saneamento Básico, que engloba abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, drenagem urbana e gestão de resíduos sólidos, disposto na Lei Municipal n° 3735, de 08 de janeiro de 2014”, explica o secretário de meio ambiente, Guilherme Adolpho.

https://www.ubatuba.sp.gov.br/diariooficial/lei_2014_3735/

Importância do plano de macrodrenagem

Com uma extensão territorial de 724 km², Ubatuba sofre influência de chuvas orográficas- que ocorrem quando uma massa de ar carregada de umidade sobe ao encontrar uma elevação do relevo, como uma montanha- devido à proximidade com a Serra do Mar, cujas altitudes ultrapassam 1.000 metros.

Essa característica aumenta o risco de inundações e enchentes, que alcançam as áreas próximas à Serra do Mar e se estendem até a linha costeira.

Diante desse cenário, torna-se fundamental a implementação de medidas para reduzir a probabilidade de eventos adversos. Destacam-se como áreas de maior criticidade as bacias hidrográficas- área de captação natural da água da chuva- do Rio Indaiá/Capim-Melado), Rio Grande de Ubatuba e Rio Maranduba/Araribá.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *