Marcello Veríssimo

A Polícia Civil, em Caraguatatuba, concluiu as investigações sobre o esclarecimento de um crime que chocou a cidade por seus requintes de crueldade. O crime aconteceu no final do ano passado.

As investigações foram realizadas pela equipe com os investigadores Marcelo, João, Adriano e Maurício sob o comando do delegado Diogo Daiello, do 1°DP do Porto Novo, na região sul do município.

Era 4 de dezembro do ano passado quando a polícia recebeu a denúncia sobre o cadáver de uma mulher que foi encontrado no prédio público abandonado.

De acordo com a polícia, o cadáver estava em avançado estado de decomposição, sem cabeça, ao lado de uma caixa d’ água. Após ser encontrada, a polícia descobriu que a vítima, 30, estava desaparecida há 15 dias e morava no Perequê-Mirim.

O assassino é um homem, 41, que foi preso no bairro Ponte Seca, na última quarta-feira (31). Após vários dias de investigação, os investigadores concluíram a autoria do homicídio.

Em depoimento, o homem disse que estrangulou a vítima até a morte, mas não soube dizer quem arrancou sua cabeça, ainda não encontrada pela polícia.

O homem teve sua prisão preventiva decretada pela Justiça e deve permanecer preso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *