Marcello Veríssimo

A Polícia Ambiental registrou três flagrantes de comércio e pesca irregular nesta semana em três cidades da região. Dois deles foram registrados nesta quinta-feira (29).

Um dos casos foi no Bairro São Francisco, região central de São Sebastião, onde os policiais encontraram 100 quilos da chamada lula comum armazenados em uma câmara fria.

De acordo com a polícia, o proprietário dos pescador não apresentou a documentação necessária para comprovar a origem e o peso do alimento.

O homem foi multado em R$ 3 mil e o produto apreendido sendo posteriormente doado ao Lar Vicentino da cidade.

Já em Caraguatatuba, na praia do Indaiá, região central, os policiais recolheram uma grande rede de pesca do tipo emalhe de superfície, conhecida como boiada, que estava armada próximo da arrebentação das ondas.

A polícia informou que não havia responsável pelo petrecho que mede
400 metros de comprimento e 3 metros de altura.

Bagre

Na última terça-feira (27), durante fiscalização no bairro São Francisco, em Ubatuba, durante fiscalização em peixarias da cidade, os policiais apreenderam 8 quilos de Bagre que também estavam à venda de forma irregular.

O proprietário foi multado em R $1, 1mil sendo o pescado apreendido e também doado para o Lar Vicentino de Ubatuba.

Os infratores ainda terão de comparecer a SEMIL ( Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística do Estado de São Paulo) para prestar esclarecimentos.

Denúncias para a Polícia Ambiental podem ser feitas pelo número (12) 3842-0123.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *