Um radar meteorológico da Universidade Estadual Paulista (Unesp) acaba  de ser instalado em uma torre metálica na Ponta da Sela, no Sul de Ilhabela. O investimento para aquisição do radar foi de cerca de R$ 10 milhões, realizado pela Unesp com verba Federal, sendo que todos os investimentos para a viabilização da execução da sua instalação em Ilhabela foram realizados pelo Governo do Estado de São Paulo e pela Prefeitura do município.

O equipamento foi posicionado no arquipélago em novembro do ano passado, quando se iniciou a fase de testes. Desse local, será realizado o monitoramento meteorológico, por 18 meses, de áreas de risco do Litoral Norte de São Paulo, São Sebastião e Bertioga, região afetada por uma série de deslizamentos de terra no verão de 2023.

O equipamento já está gerando dados que são enviados ao IPMet – Centro de Meteorologia da Unesp, onde são processados e compartilhados com a Defesa Civil Estadual, responsável pela emissão de alertas à população.

Melhor local

“A partir de agora, posicionado no local e na altura ideal, será possível iniciarmos efetivamente o monitoramento meteorológico, uma vez
que não teremos bloqueio, tendo assim uma melhor visão para o canal de interesse, de São Sebastião – Bertioga”, afirmou a professora Gabriela Ramos Hurtado, Coordenadora Executiva do IEAMar – Instituto de Estudos Avançados do Mar da Unesp.

A definição do local para a instalação do novo radar foi fruto de um estudo conjunto entre a Unesp e a Defesa Civil, sendo a conclusão a
Ponta da Sela. O terreno escolhido é uma propriedade particular que foi cedida para esse trabalho.

Equipamento

O equipamento é um Radar Meteorológico Banda-X, de fabricação norte-americana, que tem 500 watts de potência, antena de 1,80m e,
embora seu alcance se estenda a 120 km, a configuração atualmente estabelecida pelos pesquisadores é de 50km, proporcionando uma maior sensibilidade na captação dos dados.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *