A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Turismo (SETUR), em parceria com o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR), segue realizando ações que auxiliam no processo de revisão e atualização do Plano Diretor de Turismo da cidade, feito em 2020.

No dia 20 de março, foi promovida uma Oficina de Diagnóstico do Plano Diretor de Turismo de São Sebastião 2024-2027. A atividade contou com a participação de 14 pessoas representantes do Comtur e da Secretaria Municipal de Turismo.

A equipe da consultoria contratada, a Fundação Instituto de Administração (FIA), fez a coordenação da ação, contribuindo para o fechamento do diagnóstico que será apresentado na etapa posterior para validação da SETUR e do COMTUR.

O objetivo final é atualizar o documento, que reúne as diretrizes para o desenvolvimento da atividade turística de forma sustentável, às novas demandas que vão surgindo no decorrer do tempo. A reformulação, a cada três anos, é prevista em lei e é feita conjuntamente entre o poder público e iniciativa privada representada pelo Comtur de São Sebastião.

A atividade turística tem papel fundamental na economia de São Sebastião, na valorização da cultura e preservação do meio ambiente, ressalta Adriana Augusto Balbo, secretária de Turismo. “É necessário planejar estratégias, avaliar as ações tomadas e monitorar a implementação de projetos de forma participativa. Assim avançaremos de maneira sustentável”, afirma.

A revisão, sob coordenação da Secretaria de Turismo de São Sebastião e do Comtur, será elaborada pela FIA, uma instituição ligada à Universidade de São Paulo (USP) que congrega um seleto grupo de profissionais que desenvolvem projetos de pesquisa, consultoria e educação em todas as áreas da administração e foi o responsável pela elaboração do Plano Turismo SP 20-30 do Estado de São Paulo.

Marco Cesare Perrotti Júnior, presidente do Comtur, acrescenta que o Plano Diretor vai estabelecer diretrizes sustentáveis para o turismo de São Sebastião considerando o momento atual, de mudanças climáticas. “O foco deste Plano Diretor, que será válido para o período de 2024 a 2026, será sustentabilidade”, afirma. Além de balizar o desenvolvimento do turismo, o Plano Diretor é imprescindível para o município captar recursos públicos estaduais, que ajudam a fomentar a atividade e irrigar a economia local.

A Secretária de Turismo também ressalta que São Sebastião tem empenhado esforços na estruturação de uma Política Municipal de Turismo, promovendo o funcionamento e autonomia do Comtur, principal instrumento de controle e participação popular, além do fortalecimento e qualificação da Secretaria Municipal de Turismo. “E o Plano Diretor de Turismo contribui como um instrumento que organiza esta política e orienta o município para ações estratégicas de médio e longo prazo”, completa.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *