Marcello Veríssimo

Um caso curioso que mostra que não estamos tranquilos nem depois de mortos. Uma família de São Sebastião descobriu no momento do velório de seu ente querido que o corpo que estava velando não era de seu parente morto e sim de um desconhecido.

O caso foi registrado no 1 DP nesta segunda-feira (1). De acordo com a polícia, assim que descobriu a troca de corpos a família do idoso, que estava sendo velado, registrou o boletim de ocorrência.

O idoso, 73, que não teve sua identidade divulgada, foi internado
no HCSS (Hospital das Clínicas de São Sebastião) morrendo na noite deste domingo (31) vítima de infecção generalizada.

De acordo com a polícia, duas funerárias da cidade prestaram serviço na ocorrência, em esquema de revezamento. As investigações mostraram que uma das empresas, identificada como Paraíso, retirou o corpo do hospital e levou para a câmara fria da funerária.

Na manhã desta segunda, a funerária Campo Vale, contratada pela família, retirou o corpo e levou para o velório, na Praia Deserta, região central da cidade.

Neste momento, então, ao abrir o caixão a família constatou que o corpo que estava ali não era do familiar morto. A família disse à polícia que entrou em contato com as empresas funerárias e que o corpo que era pra ter sido velado em São Sebastião havia sido levado para Ubatuba.

A Funerária Paraíso, que retirou o corpo do hospital, disse à polícia que retirou o corpo do hospital sem a presença de um familiar, o que é considerado um procedimento padrão,

A Campo Vale, empresa contratada pela família se isenta da confusão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *