Duas delegadas municipais da Pessoa com Deficiência (PCD) de Ilhabela irão representar o estado de São Paulo durante a Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência em Brasília, que irá ocorrer de 14 a 17 de julho.

As delegadas foram eleitas em novembro de 2023 durante a I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência do município. Na ocasião, foram deliberadas as prioridades a serem implantadas na gestão pública, com uma construção coletiva de propostas abrangendo cinco eixos temáticos baseados em um tema central: “Cenário atual e futuro na implementação dos direitos da pessoa com deficiência: construindo um Brasil mais inclusivo”.

As propostas de Ilhabela foram enviadas à Conferência Estadual dos Direitos da PCD do Estado de São Paulo, que ocorreu em março, e reuniu delegados dos conselhos municipais para discutir e votar propostas relacionadas à formulação de políticas públicas de inclusão.
No evento, mais de mil propostas estiveram na agenda para serem votadas e foram selecionadas 50 propostas, sendo 25 para consideração pelo Estado de São Paulo e outras 25 que serão apresentadas na Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Além da definição das propostas, a Conferência Estadual também estabeleceu os delegados que representarão o Estado de São Paulo na Conferência Nacional. Entre os representantes da macrorregião 2, que engloba o Vale do Paraíba, Vale do Ribeira, Serra da Mantiqueira, Litoral Norte, Litoral Sul e Baixada Santista, Ilhabela vai participar com as delegadas Thalita Carvalho e Patrícia Almeida.

Conheça as delegadas municipais de Ilhabela:

Delegadas Titulares

Thalita da Silva de Carvalho– Representante do poder público (mãe de autista), Intérprete de Libras da Secretaria de Saúde e município de Ilhabela. Membra da comunidade surda, pedagoga, professora de Educação Especial e Inclusiva, ativista na causa PCD do município e posteriormente, primeira Presidente do Conselho dos Direitos da pessoa com Deficiência de Ilhabela.

Patrícia Alves Almeida – Representante da sociedade civil, pessoa com deficiência auditiva.

Delegadas Suplentes

Dayse Maira – Pessoa surda, representa a sociedade civil e trabalha na secretaria de Saúde de Ilhabela.
Alessandra Martos Fortes – representante do poder público, coordenadora técnica da Apae de Ilhabela.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *