A cidade de São Sebastião recebeu, neste domingo (7), o espetáculo aéreo da Esquadrilha CEU. O show teve manobras acrobáticas de voo em formação, no Complexo Turístico da Rua da Praia, no Centro, e na Praça Pôr do Sol, em Boiçucanga. A Esquadrilha CEU é considerada a maior equipe acrobática de voo em formação do Brasil.

O evento foi realizado pela Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Turismo (SETUR) e da Fundação Educacional e Cultural ‘Deodato Sant’Anna’ (Fundass). As apresentações tiveram duração de aproximadamente 25 minutos.

Algumas das acrobacias aéreas adotadas pela Esquadrilha CEU foram baseadas em um display idêntico de manobras utilizadas pela Esquadrilha da Fumaça, à época em que eles voavam o T-6.

Muriel Victor, 24 anos, é morador de Caraguatatuba e ficou sabendo do evento pelas redes sociais. Ele fez questão de prestigiar o evento inédito na região. “Vim com a intenção de conferir as manobras. A apresentação foi bem legal e os aviões passaram bem perto de todos nós com voos rasantes”, completou Muriel.

Quem também adorou a apresentação foi a estudante Maria Catarina Biroche Cançado, 14 anos, moradora do Pontal da Cruz. “Quando eu tinha apenas quatro anos, o meu pai, que é apaixonado pela Aeronáutica, me levou para ver uma apresentação da ‘Esquadrilha da Fumaça’. Então, ter essa oportunidade de ver a Esquadrilha CEU foi demais”, contou Maria.

Equipe e história

A Esquadrilha é formada por experientes pilotos de caça da reserva da Força Aérea Brasileira, pilotos de transporte, pilotos da Marinha e pilotos civis, que juntos somam milhares de horas de voo. São mais de 12 anos de experiência em shows aéreos e cerca de 110 demonstrações realizadas.

Algumas das acrobacias aéreas adotadas pela Esquadrilha CEU foram baseadas em um display idêntico de manobras utilizadas pela Esquadrilha da Fumaça, à época em que eles voavam o T-6.

A equipe teve o privilégio de contar em sua ala com um dos pilotos mais talentosos da aviação militar e acrobática, o Coronel Aviador Carlos Gonzaga, também um dos fundadores do time.

Gonzaga foi integrante da Esquadrilha da Fumaça entre meados de 1967 e início de 1973 executando 267 demonstrações oficiais no Brasil e no exterior tendo como comandante da Fumaça, nada menos que o então Major Braga, ícone da Aviação Brasileira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *