Marcello Veríssimo

Operários da Queiroz Galvão e da Engetec iniciaram na manhã desta terça-feira (30) uma paralisação nos trabalhos da Obra do Contorno Norte, na rodovia Rio-Santos (SP-55), em Caraguatatuba, no sentido São Sebastião.

De acordo com os funcionários, a greve foi decidida em assembleia após a empresa não aplicar o reajuste no cartão alimentação nos últimos cinco anos. O valor atual que os funcionários recebem é de R$470, a reivindicação é que com o reajuste o valor do cartão alimentação dobrasse para R$800.

Além disso, o representante do Sintrapav (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada, Infraestrutura e Afins do Estado de São Paulo), Wellington Lopes, conhecido por Alemão, disse também que a greve foi motivada pela falta de pagamento das horas extras. “Quando o feriado cai no sábado, por exemplo, eles trabalham a hora a mais para compensar o feriado, e a empresa quer que trabalhe no sábado, sem pagar hora extra”, disse Alemão.

O sindicato apresentou uma contraproposta para a direção da empresa que não se dispôs a colaborar com os trabalhadores. “A paralisação é por tempo indeterminado, até resolver”, disse Alemão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *