Marcello Veríssimo

A 1a Festa do Fandango Caiçara de São Sebastião, no último dia 25, reuniu grupos de Fandango Caiçara de toda a região e de Paraty, litoral do Rio, no Espaço Cultural Batuíra, bairro São Francisco, na região central do município.

De acordo com os organizadores, os integrantes do grupo Ciranda Mulheres da Terra, que é de Paraty, se apresentaram pela primeira vez no município. A festa foi organizada pelo Grupo Aleluia de Fandango Caiçara que contou com o apoio da Prefeitura Municipal de São Sebastião, por meio das secretarias ligadas ao turismo e do
Supermercado Semar.

Além das apresentações dos fandangueiros, o evento também teve
feira de artesanato e um ciclo de palestras sobre o fandango.

Café da Manhã – A organização informou que os convidados foram recebidos com toda a tradição e costume caiçara. A acolhida dos convidados teve café de garapa, ova de tainha, batata doce e muito bolo caseiro.

Durante a roda de conversa foram registradas demandas importantes para o Fandango Caiçara do município, como a troca da data do Dia do Caiçara que é realizado durante o período da Quaresma, que por tradição não se toca o Fandango. Além disso, também foi debatida a criação da Associação Amanhece do Grupo Aleluia e o pedido do reconhecimento do Fandango Caiçara como Patrimônio Cultural Imaterial de São Sebastião.

Encerramento – Após a aprovação das solicitações e o encerramento da festa, os grupos seguiram para o Balneário dos Trabalhadores onde a cantoria fandangueira seguiu pela madrugada.

O Fandango Caiçara é um estilo musical reconhecido pelo IPHAN como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil e está na lista das Melhores Práticas do Patrimônio Imaterial da Humanidade da UNESCO.

Participaram os grupos: Ciranda Mulheres da Terra de Paraty, Aleluia, Caiçaras Fandangueiros e Samburá de São Sebastião, Ciranda Caiçara de Ubatuba e Cantagalo de Caraguatatuba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *